Ciclovia entre Castro Marim e a Praia Verde vai avançar

  • Print Icon

Câmara Municipal de Castro Marim vai avançar com o concurso desta obra que ligará a vila à Praia Verde, uma empreitada estimada em cerca de 850000,00 euros, aos quais acresce o IVA.

Localizada na Estrada Nacional (EN) 125-6, a via de acesso à freguesia de Altura e ao IC27, esta ciclovia deverá ter uma extensão de cerca de 5 quilómetros e a sua criação está integrada num projeto de valorização da rodovia, nomeadamente no alargamento e repavimentação e na melhoria da drenagem.

Esta obra está a ser candidatada a um quadro comunitário de apoio à mobilidade sustentável, o PAMUS do Algarve (Plano de Ação de Mobilidade Urbana Sustentável), tendo já sido integrada no seu mapeamento.

Filomena Sintra, vereadora com o pelouro das Obras Municipais, lembrou que os trabalhos inerentes à valorização da EN 125-6 «não estão incluídos neste financiamento, por não se enquadrarem no plano de ação do mesmo», tendo a Câmara Municipal de Castro Marim que «assumir um maior compromisso financeiro para a sua execução».

Recordou ainda que este quadro comunitário de apoio vai terminar em 2020/2021 e que é necessário empreender todos os esforços para superar o atraso «decorrente das dificuldades de gestão que tivemos anteriormente».

Recorde-se que está em fase de conclusão a ciclovia que liga Castro Marim a Vila Real de Santo António, localizada na EN122, uma obra comparticipada pelo PO CRESC Algarve 2020, projeto PADRE, apoiada por Portugal e União Europeia e cofinanciada a 70 por cento pelo FEDER.

A criação de novas infraestruturas cicláveis «pretende interligar-se às políticas desportivas e culturais e de desenvolvimento do concelho de Castro Marim, numa perspetiva de valorização do património natural, mas também do cultural e edificado».

Vão ainda ser iniciados projetos que ligarão a vila de Castro Marim à Reserva Natural do Sapal, a Monte Francisco e à Junqueira.

Para Francisco Amaral, presidente da Câmara Municipal de Castro Marim, «grande parte do nosso turismo é sénior, um tipo de público que aprecia a natureza, gosta de andar de bicicleta e de sair do conceito turístico de sol e praia, por isso temos de alargar a oferta, aproveitando outros recursos do concelho».