Castro Marim celebra Nossa Senhora dos Mártires com limitações

  • Print Icon

Celebração é uma das mais importantes para os castromarinenses, juntando sempre centenas de pessoas. Mas este ano será diferente.

Num ano marcado pela pandemia COVID-19, o 15 de agosto em Castro Marim será vivido de uma forma diferente, assinalando-se a homenagem à padroeira apenas com a celebração do Terço Mariano (18h30) e a realização de uma Missa Solene (19h00), que serão transmitidas em direto na página de Facebook do município.

No mesmo dia, às 17h00, é inaugurada a nova exposição da Casa do Sal «100 Memórias», com fotografias, postais, cartas, documentos, livros ou outras recordações que enriquecem a história de Castro Marim e que permitem deixar este legado às gerações futuras, na construção de um novo olhar sobre a identidade cultural e social castromarinense.

A cerimónia será ao ar livre, na Praça 1º de maio, mas com uma ocupação limitada, com marcação prévia no Gabinete de Apoio ao Munícipe, através do 281510778.

No espaço é garantido um circuito de entrada, lugares marcados e desinfetante, sendo obrigatório o uso de máscara.

«É um ano de distanciamento físico mas, mais do que nunca, um convite a que se reforcem os valores e a importância da fé, da partilha e do respeito», afiança a Câmara Municipal de Castro Marim.

As celebrações em Honra de N. Sra. dos Mártires têm a organização da Paróquia de São Tiago e da Câmara Municipal de Castro Marim, com o apoio do Serviço Municipal de Proteção Civil, seguindo as orientações do delegado de saúde na realização deste momento campal, apelando-se à comunidade «a compreensão e respeito pela limitação do espaço, ainda que ao ar livre».