Alcoutim chama jovens a participar na construção de políticas de juventude

  • Print Icon

Alcoutim vai ter um Fórum Municipal de Juventude. A proposta de regulamento interno foi aprovada na passada quarta feira, 13 de fevereiro, em reunião do executivo.

O município alcoutenejo justifica este Fórum com a necessidade «de criar um novo espaço comum de diálogo e reflexão que aproxime a autarquia e a juventude do concelho, fomentando a definição e desenvolvimento de novas políticas municipais de juventude, adequadas à realidade e necessidades dos jovens».

O Fórum da Juventude quer ser «uma plataforma de auscultação dos jovens, um espaço de discussão, consulta e troca de experiências, assumindo também funções de dinamização e promoção de atividades na área de intervenção da juventude, envolvendo todos os jovens munícipes (formalmente associados ou não), representantes da área da juventude das juntas de freguesia e, instituições, associações e/ou estruturas que trabalham com esta camada da população, sem exceções, criando grupos de trabalho e redes de contactos que permitam envolvê-los de forma mais ativa naquilo que são os projetos e as políticas dos jovens do município», explica a autarquia.

Considerando que «é dos jovens o futuro», e que são as novas gerações «as construtoras da sociedade que teremos e seremos nos dias de amanhã», o município de Alcoutim considera «fundamental incrementar a participação ativa dos jovens, no processo de construção de uma comunidade que se pretende mais inclusiva, mais solidária e mais feliz».

Para que a política autárquica na área da juventude se revele eficaz, é essencial «conhecer quais os reais anseios e aspirações dos jovens, as suas prioridades e os seus interesses», o que só é possível «ouvindo atentamente a sua voz».

Ao invés de traçar uma política da juventude para os jovens, o município quer «ser capaz de construir uma política da juventude com os seus jovens».