Albufeira já abriu o Parque de Estacionamento de Olhos de Água

  • Print Icon

Utilização será gratuita nesta primeira fase.

O Parque de Estacionamento de Olhos de Água, localizado na Rua 25 de Abril, em Albufeira, junto à descida para a praia, já está em funcionamento sob administração e gestão da Câmara Municipal.

Trata-se de um equipamento coberto, composto por quatro pisos e com capacidade para 305 lugares de estacionamento. Foi sujeito a uma primeira fase de obras «imprescindíveis para a sua abertura ao público», numa altura em que a atividade económica começa a retomar gradualmente.

O imóvel foi adquirido pelo município a 27 de dezembro do ano passado, tendo as obras de melhoramento incidido nos pisos -3 e -4, sendo feitas beneficiações do sistema de incêndio, sistema de videovigilância e instalações elétricas, arranjos estruturais, pintura, sinalética e desinfestação, sendo que também foi adquirido serviço de vigilância e segurança.

Até 30 de setembro, o Parque que tem duas entradas com locais distintos para circulação viária e pedonal – uma na Rua 25 de Abril e uma outra na Rua da Ladeira (única saída viária), com horário de funcionamento entre as 8h00 e as 2h00. Já durante o mês de outubro, o parqueamento funciona entre as 8h00 e as 24h00, prevendo-se que encerre a partir de novembro, com vista a se efetuarem as restantes obras necessárias. Nesta primeira fase, a utilização do parque será gratuita, «com vista a ajudar a alavancar a atividade económica do concelho».

O presidente da Câmara Municipal de Albufeira, José Carlos Rolo, refere que «a aquisição e abertura do Parque de Estacionamento de Olhos de Água é uma medida de extrema importância, uma vez que vai resolver o défice de estacionamento que se sente há muito na zona, quer no que respeita aos frequentadores da praia, quer dos comerciantes e moradores».

O edil destaca que, nesta primeira fase, «o estacionamento vai ser gratuito com vista a ajudar a alavancar a atividade económica do concelho, que está bastante fragilizada na sequência da pandemia. Posteriormente, prevê-se, também, colmatar a necessidade de estacionamento dos residentes da zona, através da implementação de um sistema de avença mensal, situação pendente da aprovação do Regulamento do Parque, que já está em curso».