166 bombeiros e 7 meios aéreos combatem incêndio na Serra do Caldeirão

  • Print Icon

Um incêndio está a lavrar com grande intensidade numa zona de pinhal de difícil acesso, perto de Cachopo, na Serra do Caldeirão, concelho de Tavira.

O alerta foi dado às 17h30 horas. No combate às chamas, pelas 19h42, estavam 166 operacionais, 49 veículos e sete meios aéreos.

O incêndio acabaria por ser dominado perto das 20 horas.

Durante o combate ao incêndio, no teatro das operações um dos aviões foi obrigado a fazer uma amaragem, na barragem de Beliche.

O acidente ocorreu enquanto efetuava uma manobra de scooping (recolha de água), alegadamente, devido a uma avaria. Apesar dos danos materiais o piloto saiu ileso.

De acordo com a Proteção Civil, o avião anfíbio médio FireBoss, integrado no Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais, estava estacionado na Base Aérea nº 11, no distrito de Beja.

Cabe agora ao Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e de Acidentes Ferroviários, entidade com competência em matéria de investigação de acidentes com aeronaves, apurar as causas do acidente.