Publicidade - Festival F_Ambifaro

Logotipo barlavento

Publicidade - barlavento siga-nos fb
 Procurar    denota conteúdo de acesso restrito Favorito      Quinta-feira, 21 de Agosto de 2014 

Todas as secções »

Classificados

Emprego
ADMISSÃO de PESSOAL Recrutamos pessoal

Emprego
Oferece-se OFERTAS DE EMPREGO

Emprego
Procura-se EMPREGOS PROCURA

Mais classificados »
Como fazer um anúncio classificado »

Bloco de Notas

Bloco de Notas
Agenda Cultural Algarve

Bloco de Notas
Cinemas

Bloco de Notas
HORÓSCOPO*

Próximos eventos »

Farmácias
Tabela de marés

«Aveleda Experience» e outros jantares de degustação, no Grill do Hotel le Meridien Penina (c fotos)

Mais restaurantes »

Dossiers
Todos os temas »
Publicidade
Publicidade - bitshopint Publicidade - botão facebook
Desporto

Bancada nova no Estádio Municipal de Portimão custa 800 mil euros

Foto
nuno costa Ver Fotos »
Fissuras no Estádio Municipal de Portimão

Demolição e construção da bancada nascente quase duplica valor inicialmente previsto para melhorias no estádio. Fernando Rocha quer que a equipa volte a jogar em Portimão, em Novembro, com a Académica.

As vistorias confirmaram o pior cenário e a bancada nascente do Estádio Municipal de Portimão vai mesmo abaixo, devido a fissuras que ameaçam a segurança da estrutura.

A construção da nova bancada, em material reaproveitável no Estádio da Restinga, quase duplica o valor inicial previsto para as obras de remodelação do recinto (um milhão de euros).

Segundo disse ao «barlavento» fonte do gabinete da presidência da Câmara de Portimão, a nova bancada «tem um custo estimado de 800 mil euros» e terá capacidade para três mil espetadores.

A bancada será edificada utilizando um material semelhante ao existente na bancada do Autódromo Internacional do Algarve e, por isso, poderá ser parcialmente reaproveitada quando o Portimonense se mudar para o Estádio da Restinga, em Alvor.

«As fundições e os pilares para a construção da bancada não podem ser transferidos, mas os lugares podem ser utilizados no Estádio da Restinga», adiantou a fonte.

A empreitada para a demolição e edificação da nova bancada nascente será feita de forma paralela à que está a decorrer para a melhoria das condições para os sócios, estacionamento, imprensa e alargamento do terreno de jogo.

A data de conclusão das obras ainda não está definida, mas Fernando Rocha, presidente do Portimonense, em entrevista à revista oficial do clube, traçou a décima jornada do campeonato, frente à Académica, no dia 7 de Novembro, como data de regresso dos alvinegros a Portimão.

«Estamos convencidos que o primeiro jogo a ser disputado no Estádio Municipal de Portimão será contra a Académica de Coimbra», afirmou o dirigente.
Fernando Rocha, reconheceu também que jogar em «casa emprestada», no Estádio Algarve, complica a vida do Portimonense.

«Não podemos fazer nada contra isso, a não ser criar novas forças para que possamos ser melhores do que os adversários no Estádio Algarve».

O dirigente negou também que a demolição da bancada nascente possa adiar ainda mais o regresso da equipa ao Estádio Municipal.

«Os problemas que poderiam aparecer já apareceram e foram identificados. A primeira fase da obra – bancada de sócios, balneários e camarotes – está a decorrer dentro dos prazos. A demolição da bancada nascente era a única intervenção que não estava prevista, mas estamos convencidos que estará pronta a tempo para receber o jogo com a Académica», acrescentou Fernando Rocha.

29 de Agosto de 2010 | 09:19
nuno costa

Registo
E-mail


Senha
 
Recuperar senha
Ainda não se registou?
Publicidade
Publicidade - ADSBA_dádiva
Newsletter
Subscreva a nossa newsletter e receba as notícias na sua caixa de correio.

Ainda não subscreveu?
Edição Impressa
Capa da edição nº1922
Edição nº 1922
Todas as edições »
Galeria Multimédia

Todas as galerias »

Inquérito

Não se encontra inquérito activo.

Ver resultados »

Assine o barlavento
Para quem gosta de saber tudo.
Com 30 anos de vida, o barlavento é hoje uma referência no Algarve. Sempre no caminho da verdade. Sempre directo ao que interessa. Conta tim-tim por tim-tim o que precisa de saber sobre política, desporto, economia, cultura, ambiente, educação e muito mais. Agora, com uma edição online, inteiramente grátis para os assinantes da edição impressa. 30 anos de Algarve num só jornal.

Assine o barlavento

por apenas 30 € anuais

Publicidade - Festival F_Ambifaro
Contacte o barlavento  |  Publicidade  |  Nós  |  Ficha Técnica  |  Assine o barlavento  |  Newsletter  |  Política de Privacidade
© Mediregião - Edição e Distribuição de Publicações, Lda
website e-solutions